Sobre a mesa

Não, nada a ver com o contundente e escrachado vídeo do canal Porta dos Fundos, mas com a possibilidade de colocar um lustre sobre a mesa. Sobre qualquer mesa, até mesmo sobre uma mesinha de canto ou uma mesa de centro. Sobre mesas de jantar, é recomendada uma distância de 0,75 a 1,00. Mas, dependendo o lustre ou da personalidade do morador, fica bacana colocar um pouco mais baixo. Só não vale colocar muito alto, por questões práticas; afinal, o objetivo é iluminar a mesa de refeições e criar um clima mais aconchegante. Proporções? Gosto muito de um bem grandão, exagerado mesmo.

Ou de vários, menores. Simples lâmpadas dependuradas em toda a extensão da mesa resultam num efeito bem legal. E (viva!) bem barato. Neste caso, eu investiria em fios coloridos e soquetes pintados. Vários lustres em formatos diferentes? Ousadia bem vinda. Quer centralizar o seu lustre, mas o ponto de iluminação fica lá longe? Um simples ganchinho no teto resolve o problema. Grana curtíssima e um desejo louco de ter um lustre modernoso? Pegue qualquer coisa (um balde, um tigela, um...sei lá, qualquer coisa mesmo) e cubra com plumas, pelúcia, penas de galinhas d'Angola (adoro aquela estampa exclusivíssima). Se alguém perguntar, diga que comprou na Feira do Móvel. De Milão, é claro.

  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon
  • White Pinterest Icon
RSS Feed
Design, decoração, arte, móveis e objetos sustentáveis