Quem não gosta de verde bom sujeito não é


Quem não gosta desta cor, que remete à natureza, à paz, ao equilíbrio, à fertilidade? E são tantos os significados desta cor, sempre ligados a coisas positivas. Impossível não gostar, ainda mais quando existe aquele verde, puro, fora de dúvidas, e aqueles que chegam quase ao azul, até difíceis de definir.



Dá para usar pela casa toda. Minha cozinha, por exemplo é verde e já comprei a super linda Passeio na Mata, da Suvinil, para pintar uma parede da sala que, no momento, está pintada de azul-petróleo. Um outro tom de verde que adoro é o verde-esmeralda que, a meu ver, deixa qualquer espaço muito chique. Dois tons mais suaves de verdes mais secos também ficam ótimos em um mesmo ambiente.


Verde e rosa lembram as cores de uma certa escola de samba? E daí? Essa mistura é linda e certeira. Para quem tem medo de errar ao escolher um tom mais vivo, vale se limitar a um móvel, uma cabeceira de cama, um objeto, uma cortina.


Aliás, o verde pode ser trazido para dentro de casa só com o uso de plantas, no melhor estilo Urban Jungle. A mesma ideia pode ser representada também por um papel de parede estampado com folhagens,


Por agora, minha sala conta apenas com uma palmeira ráfis bem vistosa e uma samambaia. Como já estão bem grandonas, fico satisfeita, mas o plano é substituir uma janela por por porta de vidro e fazer um pergolado cheio de plantas, para encher a sala de cor e frescor. Assim,acredito que a lateral na cor Passeio na Mata e o pergolado, na parede de fundo, cheio de verde, vão se complementarem lindamente.



(Regards et maisons, Desire to Inspire, Love is Speed, La Belle Vie, Glanerie Moderne, Creamy Life)

  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon
  • White Pinterest Icon
RSS Feed
Design, decoração, arte, móveis e objetos sustentáveis