Black forever!


Black is beautiful! E foi-se o tempo em que ter uma parede ou até mesmo uma casa pintadas de preto era uma extravagância ou sinal de depressão. Em vários lugares do mundo se veem casas de madeira ou de tijolos pintados de preto. Isso é bem comum. Descobri há algum tempo que ninguém merece um muro branco (é bonito, claro, mas muito difícil de manter; logo aparecem manchas de mofo e sujeiras, então é preciso pintar com frequência). Pintar de preto (ou, pelo menos, de grafite escuro) é uma opção ótima, pois ele fica imediatamente sofisticado, fazendo um fundo perfeito para o verde das plantas. E a pintura dura muito, muito tempo.


Mais: para quem acha o preto excessivamente dramático, um papel de parede floral com fundo preto fica chique e alegre ao mesmo tempo. Também fica bacana pintar uma parede de preto, observando uns toques de cor nos detalhes, como enxoval da cama, objetos, louças... Tons terrosos ou rosados também fazem uma boa companhia para o preto. Além do branco, claro, como em detalhes no teto ou uma meia parede pintada de preto. Ou, com um toque de humor, grandes bolas sobre o preto.


Usar prateleiras, também pintadas de preto, numa parede da mesma cor, também é perfeito. Elas não aparecem ali e apenas os objetos sobressaem. Eles devem ser coloridos, claro, ou brancos. E, se você tem medo de se cansar dessa cor, comece por um detalhe no teto, um móvel, como os planejados da quinta foto ou a estante adesivada Black (Árvore Azul), que ficam bacanas em.qualquer tipo de decoração, pois a regra (pelo menos para mim) é sempre quebrar regras.


Assim, os móveis dessas imagens poderiam passear tranquilamente por ambientes bohos, industriais, rústicos ou minimalistas, fazendo um contraste bem interessante e afastando qualquer eventual monotonia.




(Imagens: Tout&la danse, Kika Reichert, Apartment Therapy, Kelle Dame, Planète Deco, Elle Decor)

  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon
  • White Pinterest Icon
RSS Feed
Design, decoração, arte, móveis e objetos sustentáveis